Câncer bucal: Sintomas, causas, prevenção e tratamentos

55

O câncer bucal é um problema mais comum do que parece ser, e é tão perigoso quanto qualquer outro tipo de câncer, já que assim como os outros, o surgimento de tumores na boca pode levar o paciente à morte.

Justamente por isso, é importante conhecer os meios pelos quais esse tipo de doença se desenvolve e, principalmente, as formas de evitá-la.

Vale a pena destacar que em alguns casos, o câncer bucal pode se manifestar de maneira silenciosa, já que alguns de seus sintomas se confundem com outros tipos de doenças odontológicas.

Por isso, muitos pacientes deixam de procurar ajuda e acabam descobrindo o câncer quando ele já está avançado, o que diminui as chances de cura.

Sendo assim, confira a seguir tudo o que você precisa saber a respeito do câncer bucal, entendendo o que de fato é essa doença, como preveni-la, alguns de seus principais sintomas e quais os tratamentos, que podem incluir procedimentos odontológicos, principalmente o clareamento dental em alguns casos.

O que é o câncer bucal?

O câncer nada mais é do que uma doença que pode afetar diversas partes do corpo, bem como tecidos bucais. No caso do câncer de boca, é possível que os tumores acabem se desenvolvendo em regiões como lábios, gargantas, faringe e laringe.

Em suma, esse problema tem relação com a mutação de células e sua reprodução desenfreada.

Isso porque, todas as células em nosso corpo fazem a reprodução celular, onde é possível formar novas células no mesmo passo em que algumas vão morrendo.

Entretanto, devido a algumas questões, algumas dessas células acabam sofrendo mutações e se reproduzindo com esse erro.

Quando o corpo não consegue perceber esse erro e ele passa a se repetir desenfreadamente através da reprodução dessas células doentes, é justamente neste momento que começa a se desenvolver o câncer em uma determinada região do corpo.

Dessa forma, quanto maior for esse problema, mais chances ele tem de se espalhar pelo corpo do paciente e, então, levá-lo a óbito.

Como prevenir o câncer bucal?

Assim como outras doenças odontológicas que causam problemas que levam à necessidade de prótese protocolo, por exemplo, o melhor caminho para evitar o surgimento do câncer bucal é buscando evitar tudo aquilo que possa causá-lo.

Vale a pena destacar que existem alguns casos em que pacientes acabam tendo uma predisposição genética a desenvolver o câncer bucal.

Nesse caso, é importante observar se existe essa tendência genética em sua família, observando casos que já tenham acontecido entre seus parentes e através de alguns exames.

Dessa forma, é possível adotar alguns outros cuidados que podem garantir uma maior prevenção contra essa doença e não precisar se preocupar com os sintomas e mau estar que ela pode causar, como o surgimento de um dente escurecido, o que pode pedir pelo uso de faceta dental, por exemplo.

Possíveis causas do câncer bucal

Quando o assunto é câncer bucal, a principal questão que pode causar esse problema é justamente o hábito de fumar e consumir bebidas alcoólicas. Isso porque, tanto o cigarro quanto o álcool são providos de substâncias químicas que podem facilitar o processo de mutação das células e, assim, desenvolver o câncer.

Além desse fator, outras questões que podem levar ao desenvolvimento do câncer bucal são a falta de uma boa alimentação e cuidados com a saúde em geral, bem como as questões genéticas que já foram citadas acima.

Principais sintomas e sinais

Assim como já mencionado anteriormente, o câncer bucal pode ser muito perigoso, já que na maioria das vezes ele apresenta sinais e sintomas que se confundem com problemas odontológicos mais comuns e menos perigosos.

Por isso, o paciente pode acreditar que aqueles sintomas vão o levar a necessitar de apenas uma limpeza e se preocupam com clareamento a laser, por isso acabam procrastinando a ida ao dentista para avaliar o problema e indicar os melhores caminhos e profissionais para o tratamento.

Sendo assim, leia adiante alguns dos principais sintomas do câncer bucal:

  • Machucados nos tecidos bucais;
  • Nódulos ou manchas na região bucal;
  • Inchaços nas gengivas;
  • Sensação de dormência ou sensibilidade na boca;
  • Dificuldade para movimentar a mandíbula;
  • Mobilidade reduzida da língua;
  • Dentes amolecendo ou caindo, sem explicação.

Outro forte indicativo de câncer bucal é a dor de garganta frequente, seguida de rouquidão persistente.

Principais tratamentos para esta doença

Ao contrário do que muitas pessoas imaginam, o tratamento do câncer bucal não envolve a extração de dentes, por isso não é preciso se preocupar com o aparelho de dente para correção de possíveis mudanças bruscas na estrutura.

Normalmente o paciente deve tratar do caso com oncologistas, que por sua vez indicarão quimioterapias, radioterapias ou até mesmo a realização de cirurgias.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Markplan, site voltado 

para a veiculação de conteúdos relevantes sobre estratégias de negócios, pensados para abranger informações e novidades relacionadas aos maiores segmentos empresariais.

Usamos cookies para garantir que oferecemos a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que está satisfeito com ele. Aceito Consulte mais informação

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

Ads Blocker Detected!!!

We have detected that you are using extensions to block ads. Please support us by disabling these ads blocker.

Powered By
100% Free SEO Tools - Tool Kits PRO